Indicadores e cursos focados em felicidade são a nova aposta no mercado profissional

0

A felicidade, em qualquer ambiente, seja ele de convívio social ou profissional, é uma questão que ganha cada vez mais espaço quando o assunto é aprimorar relações interpessoais e de autoconhecimento. Uma das maiores preocupações das grandes empresas tem sido compreender e estruturar esse bem-estar pessoal para aplicá-lo de forma eficaz e transformadora nas organizações.

Nos últimos anos, gestores de todo o país têm tratado a felicidade como assunto estratégico no ambiente corporativo. Pessoas felizes apresentam desempenhos superiores em aspectos como produtividade, engajamento e criatividade. Entendendo como funcionam todos os mecanismos que proporcionam um crescimento individual, é possível fazer com que todos os ambientes sejam agradáveis. Pensando nisso, a consultoria curitibana Hümans at Work, que atua com grandes empresas brasileiras, lançou um indicador inédito que mensura a felicidade nas corporações e oferece insumos para gestão: a Hümans Happiness Survey – Indicador de Felicidade no Trabalho, que está disponível no site www.humansatwork.com.br

 

Faz muito sentido falar sobre o assunto em um contexto em que mais de 18 milhões de empregados brasileiros estão insatisfeitos e dispostos a trocar de emprego em busca de maior alegria no trabalho. Para que a felicidade seja tratada de forma estratégica, ferramentas são necessárias. Se você não pode medir, não pode gerenciar. Pensando nisso, decidimos criar um indicador capaz de auxiliar as empresas na mensuração da felicidade dos seus colaboradores e oferecer dados para a sua gestão e consequentes benefícios, detalha Guilherme Krauss, fundador da mans at Work e idealizador do indicador.

 

O indicador consiste em uma pesquisa quantitativa, composta por 19 perguntas, realizada em empresas com operações em quatro das cinco regiões do país, que incluíram aspectos como reconhecimento, autonomia, amor pela atividade, alinhamento entre valores e satisfação pessoal. Ao todo, foram dezenove corporações participantes, entre elas Renault, BRMalls e Positivo Tecnologia.

 

Felicidade na sala de aula

Levando em consideração a felicidade no ambiente corporativo, o ISAE – Escola de Negócios, de Curitiba (PR), foi a primeira instituição de ensino brasileira a lançar um curso exclusivo com a temática: o GBA da Felicidade: Transformando pessoas e organizações. O foco da atividade, que tem duração de 144 horas/aula, é fazer com que os alunos compreendam e estruturem a felicidade como um todo para aplicá-la de forma eficaz e transformadora nas organizações a partir do autodesenvolvimento. Por meio de experiências sensoriais, artísticas e meditativas, as aulas trazem uma maior consciência da harmonia entre corpo e mente, com benefícios ligados a maior concentração, foco e clareza, reduzindo stress e ansiedade. Todo esse conjunto transforma o espaço em um ambiente de conexão, integrando estudantes, professores e convidados.

De acordo com o coordenador do curso, Gustavo Arns, é preciso se preocupar, em primeiro lugar, com a felicidade das pessoas antes de pensar em aplica-la na organização. “Nós buscamos fugir um pouco do lugar comum de que pessoas felizes produzem mais e melhor. A felicidade não deve ser abordada unicamente pensando em produtividade. A felicidade é um aspecto humano muito importante e um maior rendimento profissional é apenas um efeito colateral disso”, explica Arns.

O programa também permite entender profundamente os conceitos sobre felicidade, transformar travas e impedimentos para o autoconhecimento e como isso pode conduzir diretamente para uma vida mais feliz. O curso é destinado aos líderes de organizações, indivíduos em transição de carreira e profissionais dedicados à transformação de pessoas e empresas. O médico do trabalho, Eros Tal, diz estar habituado a conversar com pessoas infelizes dentro de seus ambientes profissionais, sem apoio institucional para superar tais problemas. “O mundo de dentro de cada pessoa é tão importante quanto o mundo de fora. Para vencer os desafios, é necessário estar bem consigo constantemente”, explica. Para ele, a importância de pensar nesse aspecto é definitiva para uma produção de qualidade.

Recentemente, ele conclui a atividade do ISAE – Escola de Negócios. Para ele, o curso trabalha com o objetivo de ajudar o desenvolvimento pessoal de forma integral e consciente, harmonizando todos os aspectos da vida. Dessa maneira, prioriza a conexão entre corpo e mente, é possível melhorar aspectos como concentração, foco e clareza, reduzindo stress e ansiedade. “Entender que produtividade e sustentabilidade são irmãs gêmeas da prosperidade e da felicidade é essencial para pessoas e profissionais de todas as áreas”, completa Eros.

Leave A Reply