Estudantes do UNICURITIBA participam de aula prática com foco na inclusão social

0

Integrantes do Instituto Sensorial Brasileiro maquiaram alunos em sala de aula com produtos orgânicos e marcações nas paletas para identificar as cores

Não é de hoje que a inclusão social é um tema bastante abordado em diversos cenários no mundo todo. Seja em redações de vestibulares, filmes, conversas informais e no ambiente acadêmico, o assunto gera sempre um debate com opiniões diversificadas.

Foi o que aconteceu com alunos do Curso de Publicidade e Propaganda, do Centro Universitário Curitiba – UNICURITIBA, com ênfase em Mercado e Consumo. Os estudantes participaram de uma atividade diferente em sala de aula, na noite de quarta-feira, 16 de agosto.

Os acadêmicos receberam a visita de representantes do Instituto Sensorial Brasileiro e maquiadoras com deficiência visual que fazem parte de um trabalho de incentivo ao empreendedorismo.

        A atividade foi organizada pelas professoras Janete Joucowski e Gláucia de Salles, que ministram a disciplina Posicionamento Competitivo. Em uma aula em clima de descontração, alunos do Curso de Publicidade e Propaganda foram maquiados pelas convidadas.

        A ênfase Mercado e Consumo procura investigar, por meio da teoria e da prática, o campo do estudo do Neuromarketing. A Profª Gláucia explica como surgiu a ideia: “Estamos trabalhando o Neuromarketing em nossa ênfase, bem como os cinco sentidos e a percepção sensorial. Trabalhamos também um texto em sala sobre desconstrução da marca e de uma série de coisas. Hoje, estamos discutindo a desconstrução da visão, o que serve como uma reflexão sobre tudo isso.”

        Para a Profª Janete, é muito importante que os estudantes tenham um contato direto com a realidade. “Apesar de ser uma demanda da disciplina, é essencial que os jovens possam ter essa experiência. O encontro de hoje está sendo indescritível.”

        A aluna Priscila de Oliveira da Silva Leite, do 2º Período, conta: “Achei a maquiadora bem confiante e gostei muito do resultado.”

Priscila Perego, uma das maquiadoras, declara: “Para mim é gratificante poder estar aqui e me sentir uma pessoa comum. Sei que tenho potencial. Trazer felicidade para alguém e fazê-la se sentir bem é muito bom. Pretendo continuar nesse projeto. Estou muito feliz”.

Leave A Reply